RUBENS TEIXEIRA

Transpetro lança ao mar primeiro navio do PROMEF

O primeiro navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro (Promef) foi lançado ao mar e batizado nesta sexta-feira (7/5), no Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em Ipojuca (PE). O evento teve a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do governador de Pernambuco Eduardo Campos, e de outras autoridades, como os presidentes e diretores da Petrobras e Transpetro. O navio do tipo Suezmax tem 274 metros de comprimento, capacidade para transportar um milhão de barris de petróleo e foi batizado João Cândido.
Trata-se da primeira embarcação de grande porte construída no Brasil a ser entregue à Transpetro em 13 anos. A última foi o Livramento, cuja construção foi encomendada em 1987 e levou 10 anos para ser concluída. A partir do Promef, um dos principais projetos estruturantes do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), os estaleiros nacionais se modernizaram e novas unidades de produção, como o Atlântico Sul, surgiram no País.
Após desaparecer dos radares durante os anos 80 e 90, a indústria naval brasileira já possui hoje a quarta maior carteira de navios petroleiros do mundo. “Este é o renascimento da indústria naval brasileira. E é ao mesmo tempo o nascimento, em Pernambuco, da indústria naval nordestina”, afirma o presidente da Transpetro, Sergio Machado.
O Promef já gerou 15 mil empregos diretos. Este número chegará a 40 mil. Em suas duas primeiras fases, o programa prevê a construção de 49 navios no Brasil. Destes, 46 já foram licitados e 38 contratados. Os três restantes estão em fase final de licitação. Em junho, será lançado ao mar o segundo navio do programa, desta vez no Estaleiro Mauá, em Niterói (RJ).
Criado a partir das encomendas da Transpetro, o EAS é o maior e mais moderno estaleiro do Brasil. Ele montará 22 navios do Promef, tendo assim a maior carteira do programa. São 10 navios do tipo Suezmax (160.000 toneladas de porte bruto (TPB), capazes de transportar 1 milhão de barris de petróleo), cinco Aframax (110.000 TPB), quatro aliviadores Suezmax DP (com posicionamento dinâmico) e três aliviadores Aframax DP.

Presidente Lula e Rubens Teixeira, Diretor Financeiro e Administrativo da Transpetro

Agenor Junqueira, Marcelo Rennó, Sérgio Machado (Presidente), Rubens Teixeira, Claudio Campos, diretores da Transpetro. Ao fundo o Navio João Cândido

Ex-ministra Dilma Roussef e o Diretor Financeiro e Administrativo da Transpetro, Rubens Teixeira

Anúncios

Arquivado em:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter @Rubens Teixeira

Documentário

Redes Sociais

twitter

youtube

orkut

facebook

Programa do Faustão (Globo)

Descriminalização das drogas (Opinião)

PLC 122 (Opinião)

Entrevista ao Jornal Folha Dirigida

logocorrupcao2007
banner_tcp

Mais Avaliados

%d blogueiros gostam disto: