RUBENS TEIXEIRA

Receita libera calendário de restituições

Primeiro lote de devolução do IR sairá dia 15 de junho. Idosos terão prioridade para receber

Rio – Já há datas para o governo liberar as restituições de Imposto de Renda de quem tem direito a receber. A Receita Federal divulgou ontem o calendário de pagamentos dos sete lotes do ano. O primeiro sairá dia 15 de junho. O órgão também marcou para hoje a publicação de novas listas para consulta de quem ficou na malha fina em 2006.

“Faço a minha declaração já pensando na restituição, mas ela é muito pequena. Declaro, mas só para receber de volta”, contou a servidora pública Eliane Santos, 50 anos. Ela critica a demora na devolução do dinheiro. “A gente declara para o Leão vomitar o que ele comeu da gente. Temos que mendigar na porta da Receita para devolverem nosso dinheiro”, reclama a contribuinte.

No primeiro lote, terão prioridade idosos e os primeiros que enviaram a declaração pela Internet. Os grupos seguintes vão receber o dinheiro de acordo com o envio da prestação de contas: quem transmitiu os dados antes recebe mais cedo. Em seguida, serão restituídos os brasileiros que entregaram a declaração por meio de disquete. Por último, terão devolução aqueles que declararam no formulário de papel, que será aceito só até este ano.

O segundo lote de restituições estará disponível para consulta a partir de 15 de julho. O terceiro sai em 16 de agosto e os seguintes, em 15 de setembro, 15 de outubro, 16 de novembro e 15 de dezembro.
Mais de 7,7 milhões já enviaram a Declaração de Ajuste Anual. A Receita alerta que o contribuinte não deve deixar a entrega para a última hora. O órgão espera 16 milhões de documentos a menos de três semanas do fim do prazo.

CORREÇÃO

Nem tudo é má notícia para quem fica no fim da lista da restituição. O dinheiro devolvido pela Receita é corrigido pela Selic, que está em 8,75% ao ano e poderá subir. Quem receber no primeiro lote terá a restituição corrigida em 1,7%. Já quem for restituído no sétimo lote receberá o imposto corrigido em 5,9% em dezembro.

Quem precisa dar explicações à Receita Federal e garante o direito à restituição mesmo depois de meses também não sai perdendo. A correção rende devoluções corrigidas acima da inflação.

O órgão divulga hoje nova lista de contribuintes que não passaram pelo pente fino em 2006. Quem confirmou que tem imposto a receber terá o saldo corrigido em 44,63%. Na página da Receita na Internet, o contribuinte pode descobrir se conseguiu a liberação e quais os juros aplicados.

Fonte: O Dia

Anúncios

Arquivado em:1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Twitter @Rubens Teixeira

Documentário

Redes Sociais

twitter

youtube

orkut

facebook

Programa do Faustão (Globo)

Descriminalização das drogas (Opinião)

PLC 122 (Opinião)

Entrevista ao Jornal Folha Dirigida

logocorrupcao2007
banner_tcp

Mais Avaliados

%d blogueiros gostam disto: